segunda-feira, 12 de maio de 2014

REAL GOTHIC 10 X 9 UNION TAQUARI

A primeira vez nunca se esquece!



No domingo, dia 30/03/2014, enfrentamos o Union Taquari, time composto por imigrantes bolivianos que conhecemos em um dos nossos esporádicos treinamentos no Parque da Mooca. O jogo foi realizado no próprio Parque da Mooca, mais precisamente no Ginásio do Parque. Os atletas presentes foramFreon, Ed, Bill, Silas, Luiz e Geovane e Vitor Viveiros, além do estreante Otávio - o novo goleiro dos morcegos. Completaram o elencoLucas, André e Rafael - amigos do Luiz que, excepcionalmente para essa partida, atuaram como atletas convidados. Um conjunto preparado para vencer!


Vamos ao jogo!

Começamos a partida desatentos e os bolivianos, com um toque de bola envolvente e muita eficiência, abriram 3 x 0 no placar. O Real Gothic, sedento por um triunfo, parecia dominado pela ansiedade. O time estava perdido em quadra.
Aos poucos nos acalmamos, reagimos ao choque e esboçamos uma reação. Freon e depois Ed marcaram e encostamos no placar: 3 x 2. Equilibramos o duelo, criamos outras boas chances e ficamos perto do empate, mas nos últimos minutos da primeira etapa, o Union conseguiu marcar novamente: 4 x 2. E dessa forma encerrou-se o primeiro tempo.



Union Taquari no ataque.
De calcanhar, quarto gol do Taquari.

O segundo tempo foi empolgante. Os times ficaram mais vibrantes e um pequeno publico começou a se formar nas arquibancadas. O Real Gothic voltava mais concentrado para buscar o resultado. Já o Union Taquari estava ainda mais forte com o reforço de dois brasileiros recém incorporados em sua agremiação. Logo nos primeiros minutos, em rápido contra-ataque, eles marcaram novamente: 5 x 2. Mas na jogada seguinte, após esperta cobrança de lateral, Bill, livre, só escorou para as redes, marcando o seu primeiro tento com o manto amaldiçoado: 5 x 3. E dá-lhe dança da parede!

Mas a euforia durou pouco. Logo na saída de bola, em um chute de longa distância, o Union Taquari ampliou: 6 x 3. Apesar da frustração, não desanimamos. Após bela trama de passes, Ed cruzou para Lucas diminuir a diferença: 6 x 4. Até que estávamos atuando bem, entretanto, erros individuais foram cruciais e o Union Taquari marcou mais dois gols.


Morcegos em apuros.

O Taquari vencia por 8 x 4. Quase metade do segundo tempo já havia se passado e a vitória parecia improvável. Nesse momento, iniciava-se uma chuva fina e cortante fora do ginásio. Foi quando Vitor avistou um pombo negro se refugiando e pousando no fundo da quadra. Seria um sinal? O mítico pombo negro - a versão tupiniquim do corvo de Edgar Allan Poe - nos brindaria com sua presença inspiradora? Shadow is cast - a sombra foi lançada! Era o presságio!

Não demorou e Freon chutou da intermediária - com força mas no centro do gol - e o bom arqueiro taquarense aceitou, espalmando contra sua própria meta8 x 5. Dois minutos depois, Lucas driblou o marcador e chutou no angulo: 8 x 6.
Começamos a pressionar e, em outra boa jogada, o mesmo Lucas roubou uma bola e disparou em velocidade para marcar um belo gol: 8 x 7. E não parou por aí! Pouco depois, Lucas fez mais um desarme, tabelou com Ed e guardou no barbante o tento de empate dos morcegos: 8 x 8. Conseguimos! Como um vampiro sedento por sangue, o Real Gothic estava atacando de forma indefensável a jugular do Taquari. Incrivelmente, a virada parecia questão de tempo.

Comemoração do empate!


Restando poucos segundos para o término do tempo regulamentar, o endiabrado Lucas foi derrubado na área pelo goleiro. Pênalti que Geovane converteu, colocando pela primeira vez na partida, os morcegos na frente do marcador. 
Com a glória cada vez mais próxima, era hora de administrar o resultado. Entretanto, em um ímpeto masoquista, decidimos acrescentar cinco minutos extras ao embate. E, para aumentar a dose de dramaticidade, após um fatal contra-ataque, o Union Taquari alcançou a igualdade: 9 x 9. Um empate cravado como estaca na alma dos morcegos...


Um bom publico acompanhou o emocionante desfecho do duelo.

Os derradeiros minutos foram frenéticos. Ambas equipes tiveram a jogada decisiva em seus pés, mas falharam nas conclusões. O empate parecia inevitável quando, a menos de dois minutos do fim, Ed dividiu com um adversário, levou vantagem e passou para Lucas. Sem marcação, o convidado arrancou em velocidade pela ala esquerda e chutou forte no canto, marcando o décimo dos morcegos. Era o definitivo gol do triunfo: 10 x 9. Fim da agonia. Enfim, a vitória!




Saldo final: Derrota no primeiro tempo por 4 x 2 e incrível reação no segundo tempo com vitória por 8 x 5.
No placar final, triunfo heroico por 10 x 9. 
Um jogo histórico e inesquecível!


Para quem tem paciência e estomago, segue o registro com os melhores momentos:

Obs: Não conseguimos registrar nosso primeiro gol - mas, sim, ele existiu!



Ficha Técnica
Real Gothic 10 X 9 Union Taquari
Jogadores: Otávio (G), Freon, Ed, Bill, Silas, Vitor Viveiros, Luiz e Geovane. 
Atletas Convidados: Lucas, André e Rafael.
Gols: Lucas (5), Freon (2), Ed (1), Bill (1) e Geovane (1).




Nenhum comentário: