quinta-feira, 30 de julho de 2015

REAL GOTHIC 4 X 6 ROSA NEGRA


Eterna Mágoa!

No dia 19/07/2015, enfrentamos o Rosa Negra. Já havíamos jogado com eles no ano passado, no épico episódio que ficou conhecido como "O Sacrifício da Lapa". Dessa vez o jogo ocorreu no Parque da Mooca e, ao contrário do jogo anterior, as condições climáticas eram melhores e estávamos com um bom numero de atletas. Tivemos o retorno do Luiz, que não jogava desde o início de 2014 e a estreia da nova atleta Aline Casper. Tudo conspirava para um ótimo jogo!

Release the Bats!



O escrete das sombras estava confiante. De comum acordo, decidimos antes da partida que cada etapa teria duração de 25 minutos. Essa foi uma decisão aparentemente inofensiva, mas que - mais tarde - se revelaria crucial no resultado.

Logo no início da peleja, o Rosa Negra saiu na frente. Após o goleiro adversário chutar de longe, Otávio rebateu e um atacante Rosa-Negrino marcou: 1 x 0. Mas, já no lance seguinte, Taís empatou com um forte chute de esquerda: 1 x 1.



Primeiro tempo nivelado!

O jogo seguiu acirrado, com boas chances para os dois times. O Rosa Negra conseguiu o desempate: 2 x 1. Porém, pouco depois, Silas colocou o marcador novamente em igualdade: 2 x 2. O Real Gothic conseguia armar boas jogadas e construiu outras ótimas oportunidades, mas o goleiro visitante fez excelentes defesas, parando o ataque das trevas.


Goleiro do Rosa Negra inspirado, segurou o empate: 2 x 2.


O Real Gothic fez um início de segundo tempo admirável, se impondo e controlando a partida. Após passe de Guilherme, Julio driblou o marcador e chutou forte no canto, colocando os morcegos na frente do placar pela primeira vez: 3 x 2. Depois, o mesmo Julio chutou de longe e marcou um golaço: 4 x 2. ritmo dos morcegos era frenético e algumas boas chances de dilatar o marcador foram desperdiçadas. Contudo, quando o jogo já parecia definido, o valente Rosa Negra reagiu com raça, equilibrou o duelo e buscou um surpreendente empate: 4 x 4. Haja coração, o duelo estava dramático!


Rosa Negra mostra toda sua força.

Restavam cerca de cinco minutos para o fim, mas nosso folego já estava esgotado. O prévio combinado de 25 minutos pesava no corpo. Mas o duelo seguia parelho e parecia encaminhado para a igualdade. Entretanto, após uma falha ingenua sofremos mais um gol. Deixamos o espaço livre na cobrança do escanteio e fomos castigados por isso: 5 x 4. Para piorar a situação, Ed sofreu câimbras e teve que sair do jogo. Além disso, Freon levou uma entrada desnecessariamente dura e permaneceu baleado em quadra. Já não havia muito o que fazer. E nos minutos finais, Otávio (possuído pelo espírito do Dr. Jekyll) rebateu uma bola simples e a agremiação visitante aplicou o golpe definitivo...


Ainda houve um tempo extra mas, exaustos, nada conseguimos fazer.
Uma derrota amarga no segundo tempo por 4 x 2 e no placar final por 6 x 4.

Restou afogarmos os dissabores na sede, com bebida, musica e a possibilidade de aprender com o fracasso.




Acostuma-te à lama que te espera - lembrou a mascote.



Ficha Técnica
Real Gothic 4 X 6 Rosa Negra
Jogadores: Otávio (G), Freon, Ed, Taís, Silas, Julio, Bill, Guilherme, Luiz e Aline Casper.
Gols: Julio (2), Taís (1) e Silas (1).

Um comentário:

Anônimo disse...

Como a equipe ta bonita queria ser de SP pra jogar com vcs.... bjs e boa sorte no proximk jogo